POR QUE É IMPORTANTE
CONHECER SEU TEMPERAMENTO?

A palavra temperamento deriva do latim "temperamentum" e significa "uma mistura em proporções". É a mesma derivação de tempero e temperança. Isso quer dizer que, apesar do temperamento ser a raiz instintivo-biológica da personalidade (consultar texto UMA VISÃO DE SAÚDE),é possível trabalhar no sentido de "dosá-lo, bem proporcioná-lo".

O temperamento define a forma básica de reação de cada pessoa frente a vida, aos seus obstáculos e bem como às suas graças. É a forma de apreensão do mundo e das experiências. Por exemplo, uma pessoa de temperamento melancólico (associado ao elemento terra) tende a ser lenta em suas ações e reações, pois necessita estar muito segura antes de qualquer movimento. Muito conscientes de todas as formas de limites, costumam ser pessoas mais circunspectas, sérias e exigentes. Tendem a fazer tudo dentro das regras e toleram mal erros e falhas. Isso as torna bons empregados e estressados se têm que exercer liderança. São amigos sólidos, mas o seu jeito pesado de ver o mundo impedem que sejam os mais divertidos. Entendem a vida pela realização e concretização das tarefas, então lhes parece essencial serem úteis e reconhecidos pelo seu trabalho e esforço. Sentem-se feridas e sofrem quando não são reconhecidas assim.

Uma pessoa de temperamento sangüíneo (associado ao elemento ar) tende a ser rápida em suas ações e reações, pois é naturalmente curiosa e quer terminar logo para seguir adiante e mudar de assunto. Interessa-se por tudo, o que as faz dispersivas. Desconhecem limites físicos, o que as expõe ao risco do desgaste e cansaço. Ignoram os limites do tempo, o que as faz marcar dois ou três compromissos no mesmo horário. Têm o seu mundo mental muito bem desenvolvido, sendo criativas e cheias de idéias. Seu grande desafio é ter a constância de comportamento para realizá-las. São pessoas muito interessantes e divertidas, tendo especial prazer em se sentirem aceitas socialmente (recebendo muitos convites para festas, eventos, etc), e mentalmente capazes, inteligentes e bem dotadas. Sentem-se feridas e sofrem se não são convidadas por um grupo ou se não conseguem mostrar suas idéias, se não podem criar.

Estes dois exemplos são meio caricaturais e breves, mas servem para dizer de duas naturezas opostas. Um temperamento não é melhor do que o outro. Ambos têm suas vantagens e desvantagens. "Cada um sabe a dor e a delícia de se ser quem é" (Caetano Veloso). Mas, ao saber de quais são suas facilidades e quais são as dificuldades, permite fazer um caminho de aprendizagem para o próprio crescimento e evolução. Ou seja, este conhecimento favorece a sua melhor interação consigo mesmo. Por outro lado, igualmente importante, facilita muito a sua interação com o outro, pois te habilita a compreender quais serão os limites dele no convívio e quais serão suas melhores contribuições. Pois o temperamento, em essência, não muda. Pode ser treinado, aprimorado, suavizado, melhorado, mas não vira outro. E cada temperamento complementa o outro em sua força.

Nos dois exemplos citados, a natureza da terra (temperamento melancólico) é estranha à do ar (temperamento sangüíneo). Um nem entende o outro. Mas, todos sabemos que a terra é tanto mais fértil quanto mais aerada. Vejam o trabalho das minhocas e do revolver a terra dos agricultores. O ar, por sua vez, é tanto mais produtivo quanto melhor canalizado dentro de limites bem formatados, a exemplo dos sistemas de ventilação dos ambientes. Ou seja, um complementa o outro, e pode ajudá-lo a ser melhor, a fazer melhor sua tarefa.

Todos têm contribuições importantes pois, como a vida depende da existência e interação dos quatro elementos, a existência e o convívio humano dependem da interação dos quatro temperamentos.
Conhecer seu próprio temperamento é tomar posse de usar melhor suas forças e aprender a superar suas dificuldades. Conhecer o temperamento das pessoas que te cercam é, com certeza, aprender a conviver muito bem com elas e, principalmente, aprender a somar habilidades para a superação das diferenças. Isso faz o convívio familiar, profissional ou social melhores. Isso faz o mundo melhor.

SÝN - Textos Especiais